O que é a Gestão de Redes Sociais e como deve ser feita

A gestão de redes sociais vai muito além de simplesmente fazer publicações. Gerenciar as mídias sociais envolve diversas etapas, que incluem desde a definição da estratégia, do posicionamento, o planejamento de publicações, a forma de comunicação, a execução, até o monitoramento e o levantamento dos resultados.

Fazer uma boa gestão das redes sociais pode fazer com que uma marca ganhe uma gigante exposição e reconhecimento. Portanto, é importantíssimo um bom gerenciamento, tanto dos conteúdos publicados, quanto da análise dos resultados para que o uso dessas poderosas ferramentas realmente tragam benefícios à marca, empresa ou figura-pública.

Uma breve definição de redes sociais

Redes sociais são espaços virtuais onde grupos de pessoas ou empresas se relacionam através do envio de mensagens, compartilham conteúdo e informações.

Existem vários tipos de redes sociais, cada um com um objetivo diferente e públicos específicos. Portanto, o que as diferencia é a forma de relacionamento dentro de cada uma.

Dentre os objetivos de uma rede social estão:

  • Estabelecer contatos pessoais, podendo ser relações de amizade e namoro.
  • Realizar networking, ou seja, compartilhar e buscar conhecimentos profissionais e procurar emprego ou preencher vagas.
  • Compartilhar e buscar imagens e vídeos.
  • Compartilhar e buscar informações sobre temas variados.
  • Divulgar produtos e serviços para compra e venda.
  • Jogos.

A finalidade das principais mídias sociais

Facebook: é uma rede social utilizada para todo o tipo de interação e expansão de contatos.

Nela, são compartilhados todo o tipo de informação, como textos, imagens, vídeos, enquetes, localizações, jogos, dentre muitas outras informações.

Existem perfis pessoais e comerciais interagindo pelas publicações e trocas de mensagens.

Instagram: uma rede social dedicada ao compartilhamento de imagens e vídeos curtos.

Também muito explorada por empresas para mostrar o dia a dia, bastidores e imagens motivacionais, que transmitam alegria, que mostrem produtos ou serviços, mas também que se relacionem com sua audiência.

Também é explorado muito o tipo de publicação que mostram o exato momento e que ficam disponíveis apenas por um dia, os chamados “stories”.

YouTube: rede social dedicada ao compartilhamento de vídeos longos.

Existe uma vastidão de conteúdo como clipes de músicas, aulas, dicas, shows, tutoriais, palestras, passo a passos, reviews de produtos, dentre outros milhares de tipos.

Muito utilizado para se criar autoridade em determinado assunto.

LinkedIn: rede social utilizada para expansão de contatos profissionais.

São compartilhados conteúdos específicos sobre assuntos relevantes a determinados nichos profissionais, visando gerar autoridade na categoria em questão.

Muito utilizada também como uma espécie de curriculum virtual.

Pinterest: Rede social para compartilhamento de ideias de temas variados.

Muito utilizada para divulgação de infográficos ou imagens sobre diversos assuntos.

Falando um pouco sobre números

Cada vez mais as pessoas estão conectadas ao mundo virtual. Então, é importante para uma marca ou figura-pública o posicionamento dentro deste mundo. Veja alguns números:

  • Em média, um pessoa passa 116 minutos por dia conectada às redes sociais;
  • 91% das marcas utilizam dois ou mais canais sociais para se comunicar com o público;
  • 81% das pequenas e médias empresas utilizam algum tipo de plataforma social;
  • Um usuário tem, em média, 7,6 contas em redes sociais;

 Você quer ficar fora desse mercado ou quer se posicionar e conseguir maior exposição do seu conteúdo ou produto?

Agora… O que poucos se atentam!

Existem milhares de conteúdos que são compartilhados a todo momento nas mídias sociais. Mas como são decididos quais deles irão aparecer no seu feed de notícias?

Existem algoritmos que determinam o que você vê, o critério de relevância leva em conta suas interações e preferências para decidir o que pode despertar seu interesse. Ou seja, quanto maior interação o conteúdo tem, mais a rede social considera aquele um conteúdo importante e de relevância para os outros usuários.

Então, não adianta somente sair publicando um conteúdo.

É importante fazer um estudo para saber exatamente qual o conteúdo traz o maior resultado, fazendo com que a reputação e imagem de quem está postando predomine diante de outros milhares de conteúdo que são gerados a cada momento.

Então, para que um post tenha um bom alcance, é preciso primeiramente que sua marca tenha um bom posicionamento nas redes sociais e que ele tenha um bom engajamento, ou seja, pessoas interagindo positivamente com ele. Assim, é mostrado para a rede social que ele é bom e merece ser exibido para mais gente.

Conclusão

Para que a empresa, marca ou figura-pública tenha uma maior relevância nas mídias sociais, é importante se atentar no qual tipo de publicidade dá resultado. Portanto, analisar relatórios sobre a performance de cada tipo de comunicação, quais os melhores horários e ter um roteiro direcionando o marketing para um determinado objetivo é faz toda a diferença no crescimento do negócio.

Compartilhe este post:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Autor:
André Alves

André Alves

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *